• Mapa Turístico
  • Loja de Turismo, Portas do Sol, 4930-717 Valença
  • +351 251 823 329

VisitValença.com

Conteúdo

Pesqueira de São Pedro da Torre

7 de agosto de 2020
Estrutura em pedra que remete para a pesca tradicional secular a partir da margem. As pesqueiras do Rio Minho constituem um legado histórico de construções populares.

Cais de São Pedro da Torre

7 de agosto de 2020
Aprecie os carochos, barcos tradicionais de pesca, nomeadamente, da lampreia e do sável. A beleza do entorno e as memórias do antigo porto e dos vapores do rio Minho.

Ilha de São Pedro da Torre

7 de agosto de 2020
Terra de garças e guarda-rios, espaço natural de rara beleza, protegido pela Rede Natura 2000, é um  refugio dos mais belos do Minho, apreciável a partir da Ecopista.

Ponte Veiga da Mira (S. Pedro/ Cristelo Côvo)

7 de agosto de 2020
Ponte romano / medieval, inserida na via romana da per loca marítima e ponto de passagem do Caminho Português para Santiago, percurso da costa. As memórias dos Batismos da Meia Noite.

Biótipo da Veiga da Mira (S. Pedro / Arão)

7 de agosto de 2020
Reserva de avifauna e flora das mais importantes da bacia do rio Minho, onde os pântanos albergam extensas matas de amieiros e onde as aves migratórias encontram aqui um refugio, por entre extensas áreas agricolas, distribuidas pelas freguesias de São Pedro da Torre, Arão, Cristelo Côvo e Cerdal.

Cais da Fonte - rio Minho (Cristelo Côvo)

7 de agosto de 2020
Aprecie as artes tradicionais de pesca no rio Minho, com os emblemáticos carochos.

Cais da Senhora da Cabeça (Cristelo Côvo)

7 de agosto de 2020
O rio Minho proporciona aqui uma das melhores pistas da Europa para a pratica dos desportos náuticos.

Parque da Senhora da Cabeça (Cristelo Côvo)

7 de agosto de 2020
Santuário dedicado à Senhora da Cabeça, com uma emblemática romaria na segunda-feira de Páscoa, o Lanço da Cruz.

Fortaleza Abaluartada de Valença

7 de agosto de 2020
5 Km de perímetro, uma autentica cidade fortificada, marco das guerras da restauração, candidata a Património Mundial. 

Ponte Centenária Internacional (Valença/Tui)

7 de agosto de 2020
Ponte rodo ferroviária e espaços da antiga Alfândega e Casa do Trapicho, memória da fronteira entre Portugal e Espanha.

Cais do Rio Minho de Valença

7 de agosto de 2020
Memória dos vapores e das barcas de passagem do rio Minho

Centro de Interpretação da Ecopista (Valença)

7 de agosto de 2020
A antiga Casa da Linha  mostra as valências da ecopista e a memória de oito décadas de vivências ferroviárias ma linha de Valença a Monção.

Miradouro dos Vinhedos da Veiga de Ganfei

7 de agosto de 2020
Um miradouro privilegiado! À esquerda os vinhedos da Veiga de Ganfei, o rio Minho, o casario, a catedral de Tui, a velha ponte metálica e a Fortaleza de Valença.

Mosteiro e Igreja Beneditina de Ganfei

7 de agosto de 2020
À direita encontra-se o secular mosteiro beneditino de Ganfei e a sua cerca. Igreja românica de três naves que remonta provavelmente ao séc. VII.

Estação dos Caminhos de Ferro de Ganfei

7 de agosto de 2020
A velha estação, guarda a imagem secular das antigas estações da linha do Minho. Fica a memória dos belos jardins e do tempo do cais de mercadorias e da sua linha de apoio. 

Ilhas de Ganfei - Rio Minho

7 de agosto de 2020
A natureza proporciona, aqui, duas ilhotas, reservas da avifauna, protegidas pela rede Natura 2000.

Pesqueira dos Frades Ganfei

7 de agosto de 2020
Memórias da antiga pesqueira, numa  área com parque de merendas, pontão de barcos de recreio e pontão de pesca desportiva.

Passadiço do Conguedo Verdoejo

7 de agosto de 2020
Num braço de terra do Conguedo curva-se um passadiço fantástico até ao observatório de avifauna, para apreciar a riqueza desta natureza prodigiosa.

Ínsua do Conguedo (Verdoejo)

7 de agosto de 2020
Uma língua de terra, em pleno rio, proporciona um refúgio da fauna e flora da bacia do rio Minho.

Lagoa do Rio Novo (Verdoejo)

7 de agosto de 2020
Um fantástico espelho de água, resguardado por uma vegetação luxuriante.

Estação de Verdoejo (Verdoejo)

7 de agosto de 2020
Um edifício de dois pisos, as casas de banho e o singular apeadeiro recuperado. A memória da linha de circulação e da linha de apoio ao cais e armazém de mercadorias.

Adro Velho de Verdoejo

7 de agosto de 2020
À esquerda um cemitério medieval de que restam os sarcófagos e um cruzeiro. 

Estação de Friestas (Friestas)

7 de agosto de 2020
A velha estação, as duas linhas, o cais de mercadorias, as singulares casas de banho. A memória do frenesim das gentes do norte do concelho que daqui partiam para o mundo.

Zona de Lazer de Friestas

7 de agosto de 2020
À esquerda na Foz do Rio Furna com um areal fluvial e um parque de lazer.

Ponto do Rio Manco em Friestas

7 de agosto de 2020
Na travessia do rio Manco encontramos uma autêntica joia da arqueologia industrial ferroviária. Esta foi a primeira ponte deste modelo a ser construída em Portugal.

Portões dos Crastos em Friestas

7 de agosto de 2020
Portal imponente, em estilo barroco, com influências do barroco da América Latina. 

Ínsua do Crasto em Friestas

7 de agosto de 2020
A memória do contrabando, das velhas artes da pesca e da medieval travessia do rio, conhecida por “vau de carexi”. 

Fortaleza
de Valença

o mais emblemático dos seus ícones – impõe a sua presença no alto de uma colina, assinalando a grandeza de uma das mais antigas povoações portuguesas, cuja imponência será, talvez, a responsável pela primeira impressão que se tem ao chegar.